Só mesmo tu...

...para me presenteares com a tua amizade. Para me fazeres uma supresa tão gira. Amo este novo visual. E amo-te a ti, para sempre. Não preciso de ser vampira para usar a palavra sempre, porque sei que contigo ela faz nexo, tem sentido. Eu no dia 23 vou voltar a candidatar-me e quero ver se entro em Leiria, mas em ensino diurno, porque eu inscrevi-me à noite, porque só havia vagas à noite, e os meus pais não querem que eu esrude à noite, nem eu o quero, sinceramente. Se eu for para Leiria, quero ser tua vizinha, por isso tens de me mostrar a cidade e arranjar-me um lugar onde eu possa escrever nos meus blogs e dormir. E estudar, claro...

Vamos falar do Robert, aquele ser perfeitamente perfeito, ao qual eu passo horas a babar-me para as mais belas fotos que vou encontrando na net. Viva a Internet, quem a inventou merecia um beijo. Bem, o Robert ama-me, por isso, se tu lhe dizesses que o ías raptar para mim, ele oferecia-se de livre vontade para te acompanhar, porque, saliento isto, ele gosta mesmo muito de mim (só é pena ainda não o ter descoberto). Por isso, as fãs e os seguranças não te matam, eles vão-te adorar minha loirinha linda e perfeita. Por isso, sem stress. Não tenhas medo, e vai buscar a minha prenda ideal (mas primeiro avisa-me que é ele, senão eu esqueço-me de tomar um calmante e desmaio à frente dele e passo uma enorme vergonha).

Bem, STOP. Novela Robert fechada, até ao próximo post!

Em relação ao A., sim, eu tive o desagradável prazer de o ver. Mas tu sabes que me custa falar dele, logo vou mudar de assunto, desculpa (se queres saber o que senti verdadeiramente, clica aqui e aqui). Acredita que me custou imenso escrever estes textos e não quero voltar a repetir o drama.

Temos de pensar no que vamos comprar em conjunto. Vou agora sair e vou ao cinema, por isso, se vir alguma coisa gira e ao nosso gosto, compro e mando-te por correio, pode ser? :)

Bem, tenho mesmo de ir, o meu «convite» (N.) já está à espera no meu portão.

 

 

AMO-TE IMENSO, MUITO MESMO, TANTO QUE TU NEM IMAGINAS.

~ c.cullen, a tua cátia, TUA :)

publicado por C.I. às 18:24 | link do post | comentar